Ísis Valverde

Mapaminas.gif Uai sô, ocê num intendeu?
Este artigo é humor mineiro, uai, e foi inscrito pur um minerim! Se ele inda num tá completo é por causo de que o disgramado deve tá comeno um pão de quêjo, um paster de milho ou a vaca atolada da tua mãe purque minêro come quéto!

Cquote1.svg Quem? Cquote2.svg
Você sobre Ísis Valverde

Ísis Pauverde
Isis valverde area vip.jpg
Ísis Valverde fazendo você passar vontade
Nascimento 17 de fevereiro de 1987
Belo Horizonte, Minas Gerais
Morte a definir
a definir
Nacionalidade Brasil
Ocupação Escrava da TV Globo
Medidas 84;60;92
Principais trabalhos Rakelli
Prêmios Capricho Awards
Fortuna 5 reais
Página oficial Blog

Ísis Nable Valverde é uma dessas gostosas que nasceram com o cu virado para a lua e conseguem vaga para trabalhar na Globo sem ser em Malhação, garantindo assim dinheiro para se sustentar e não ter que apelar para a prostituição (a não ser que consideremos a Revista Playboy).

InfânciaEditar

 
Ísis Valverde feliz com o salário que ganha na Globo.

Ísis Valverde nasceu em Belo Horizonte, mas foi sequestrada por mafagafos e criada em uma porcaria de cidade chamada Aiuruoca.

Aos 15 anos, Ísis encheu o saco do cárcere e, como boa mineira que é, cozinhou alguns pães de queijo bem amarelos e serviu aos mafagafos, que não resitiram a tamanha tortura e acabaram morrendo. Assim, ela aproveitou e voltou para Belo Horizonte a fim de estudar, sem se dar conta de que havia se tornado uma puta gostosa e nunca mais precisaria encostar em um livro novamente, pois os mafagafos são seres desprovidos de beleza e portanto dispensavam espelhos em seu reduto.

Com 16 anos, Ísis Valverde já era uma modelo de sucesso em seu estado e passou a ser perseguida por milhares de tarados em potencial, pois em um comercial ela acidentalmente revelou seus fetiches e agora todos queriam praticá-los com ela. Desesperada, pois sempre teve o sonho de manter a virgindade até o casamento, Ísis compra uma passagem só de ida para o Rio de Janeiro, falsificando seus documentos no paint e fingindo assim ter 18 anos. Para conseguir manter a farsa na terra dos cariocas, ela se inscreve em um curso de teatro ministrado por Rita Cadillac.

VidaEditar

Em 2005, Ísis Valverde acha que é atriz de verdade e vai tentar a sorte na novela Belíssima, da Globo. Como se recusa a fazer o teste do sofá, perde o papel para Paolla Oliveira.

Como é brasileira e não desiste nunca, tenta um papel que já foi de Patricia Pillar na medíocre Sinhá Moça, e como ninguém mais tinha interesse, acaba conseguindo.

A partir daí, a Globo viu que tinha encontrado uma nova puta de luxo em potencial para alavancar sua já humilhadora audiência, e assinou contrato eterno com Ísis em troca de sua alma. Desde então, ela participou das novelas Paraíso Tropical, Beleza Pura, Caminho das Índias, Ti Ti Ti, As Brasileiras, Avenida Brasil, O Canto da Sereia, Amores Roubados, Boogie Oogie, A Força do Querer e Amor de Mãe sempre interpretando a mesma mulher gostosa e inútil.

Foi a vencedora de uma importantíssima premiação da Capricho por seu desempenho como a guria retardada Rakelli.

CuriosidadesEditar

  PLIM! PLIM! Este artigo é uma coisa da Rede Globo de Manipulação! Esta página pode estar mencionando alguma novela clichê que sua mãe gosta, algum pseudo-ator rouaneteiro ou algum comunista de boteco que se diz jornalista. Para mais coisas relacionadas ao Projaquistão, clique aqui.