Desconversas:Cabeça de Papelão

Papo cabeça

Este artigo faz parte do Desconversas, o maior acervo de papo furado da Internet.

Cabeça de papelão.png

Editar

 
Ursão do Capeta discutindo com seu fiel escudeiro Mister Misto.
  • Mister Misto: Chefe, temos más noticias.
  • Ursão do Capeta: Claro que temos más notícias, a gente mora no Brasil, queria mais o que?
  • Mister Misto: Sem brincadeira, acho que você não vai gostar, e desta vez estou falando sério...
  • Ursão do Capeta: Se eu não vou gostar então nem me mostre.
  • Mister Misto: Então tá, né...
  • Ursão do Capeta: Não, não, é brincadeira de criança, pode falar.
  • Mister Misto: Ele voltou...
  • Ursão do Capeta: Ele?
  • Mister Misto: É, ele!
  • Ursão do Capeta: Para de tirar sarro, diz logo quem voltou...
  • Mister Misto: O Cabeça de Papelão
  • Ursão do Capeta: Ah tá, bom pra ele. Espera aí, o Cabeça de Papelão!?
  • Mister Misto: Não, pô, o Michael Jackson...
  • Ursão do Capeta: Putz, por essa eu não esperava.
  • Mister Misto: Não esperava pelo Michael Jackson ou pelo Cabeça de Papelão?
  • Ursão do Capeta: Pelo Cabeça de Papelão, né, seu gênio. Rápido, temos que armar um plano, antes que ele faça isso primeiro.
  • Mister Misto: Tá ok.
  • Ursão do Capeta: Só mais uma coisa, como você ficou sabendo?
  • Mister Misto: A mãe dele me disse. Ah, você sabia que ela vai ser vovó próximo ano? Não acredito, tão jovem assim...
  • Ursão do Capeta: É... tá certo então...

PrelúdioEditar

  • Narrador (novamente): Ursão do Capeta se assustou com a volta de Cabeça de Papelão à cidade e teme que seu reinado de terror e roubalheira acabe. Sendo assim assado ele se reúne com seus capangas mais formidáveis em um tentativa de parar o nosso herói, que no momento está cagando...
  • Cabeça de Papelão: Ninguém precisava saber disso, eu sou humano também...
  • Narrador: Cabeça de Papelão acaba se lembrando a existência de seu maior inimigo, e por conta disso decide dar um fim nessa gentalha, que já o irritava durante muito tempo.
  • Cabeça de Papelão: Na verdade eu tô nem aí pra esse Zé Colmeia do satã
  • Narrador: Contudo, Cabeça de Papelão se lembra que se não fazer o que o narrador manda ele nunca saíra de sua cola. então ele...
  • Cabeça de Papelão: Ou eu posso te matar.
  • Narrador: Mas ele se lembrou que o narrador pode ser personagem ou não, e este decidiu se tornar uma voz, que irá importunar o Cabecinha se ele não fizer nada...
  • Cabeça de Papelão: Tá bom, tá bom, você venceu, eu irei atrás dele...

Primeira tentativa de capturaEditar

  • Cabeça de Papelão: Para começar essa caçada eu tenho que primeiramente ir para o covil dele. Já este umas 213219328490837 vezes lá. Não vai ser difícil encontra-lo...

(Chegando lá)

  • Cabeça de Papelão: Olá, aqui é o covil do Ursão do Capeta?
  • Velho: Não meu fi, faz dois ânus que ele vendeu e foi instalado um sex shop no lugar.
  • Cabeça de Papelão: E você sabe para onde ele foi?
  • Velho: Ele foi para a Avenida São Pinto, número 666 apartamento 0,000001.
  • Cabeça de Papelão: Obrigado meu velho!
 
Cabeça de Papelão acaba caindo em uma cilada e vai parar em um sex shop...

(Uma volta no Uber depois...)

  • Cabeça de Papelão: Eu vim falar com o Ursão do Capeta
  • Porteiro: Ah, me desculpe mas ele saiu daqui faz um ano.
  • Cabeça de Papelão: Droga... E você sabe para onde ele foi?
  • Porteiro: Sim, pelo visto ele foi morar debaixo de uma ponte perto da praça das amoebas.
  • Cabeça de Papelão: Então tá né...

(Uma pesquisada no Google Maps depois)

  • Cabeça de Papelão: Olá mendigo, você viu um tal de Ursão do Capeta?
  • Mendigo que mora debaixo da ponte: Quem?
  • Cabeça de Papelão: Ursão do Capeta.
  • Mendigo que mora debaixo da ponte: Roberto Carlos?
  • Cabeça de Papelão: Tenha um bom dia...

Conversa no covilEditar

  • Ursão do Capeta: Certo, agora que nós estamos todos nós reunidos, alguém tem alguma ideia de como encontrar e destruir o Cabeça de Papelão?
  • Mister Misto: Não
 
Vilões dialogando civilizadamente em seu covil fuleiro...
  • Tijolonaitor: Nananinanão
  • Tacakkara no Muro: Zero ideias
  • Tijolonaitor: Porque a gente não compra um abacaxi bem durão e joga na cabeça dele?
  • Tacakkara no Muro: Não cara, deixa de ser burro...
  • Ursão do Capeta:Tá vendo?
  • Tijolonaitor: Na verdade eu sou cego e um olho...
  • Tacakkara no Muro: ...É bem melhor comprarmos uma geladeira e jogarmos em cima dele.
  • Ursão do Capeta: Ai, ai. Tá certo, alguém tem outra ideia melhor do que estas?
  • Mendigo que mora debaixo da ponte: Roberto Carlos?
  • Ursão do Capeta: O que disse mendigo que mora debaixo da ponte?
  • Mendigo que mora debaixo da ponte: Desculpe, eu me engasguei com uma piroca que eu roubei de um ator pornô. Pois bem, eu queria dizer que eu o vi lá na ponte onde eu morava antes de ser espancado pela polícia e fugir para debaixo dessa outra ponte.
  • Ursão do Capeta: Hm, sensato. E você saberia nos contar para onde ele estaria indo?
  • Mendigo que mora debaixo da ponte: Não
  • Ursão do Capeta: Tanto faz, isso já nos deu uma direção...
  • Mister Misto: Mas chefinho, o que nós usaremos contra ele?
  • Ursão do Capeta: Se esqueceu com quem você está falando? Eu sou uma das criaturas mais poderosas do Universo!
  • Tijolonaitor:  
  • Mister Misto: Então se você é tão foda porque não sai por aí papocando tudo até que chame atenção dos tiras da pesada e passe no jornal a ponto dele ficar sabendo e ir até nós?
  • Ursão do Capeta: Ótima ideia!

Segunda tentativa de capturaEditar

  • Narrador: Enquanto Ursão do Capeta e sua turma já acharam um jeito de encontrar o nosso ilustre Cabeça de Papelão, o mesmo ainda não conseguiu arrumar uma tentativa infalível de caçar os vilões dessa trama. Quase desistindo, Cabeça de Papelão tenta perdidamente mais outra forma de capturar esses delinquentes, só que desta vez ele terá de pedir ajuda para alguém nem tão especial assim. Então, será que ele conseguirá ou falhará nas garras dos seres diabólicos do lado negro da força?
  • Cabeça de Papelão: Ainda não os encontrei, mas acho que sei um lugar onde me dará algumas pistas de onde possivelmente eles possam estar. E este lugar é o Google!
  • Narrador:Então nosso bravo herói pesquisa no Google onde eles moram.
 
Cabeça de Papelão fazendo uma pesquisa rápida em seu computador humilde.
  • Cabeça de Papelão: O que? Zero resultados! Acho que terei de perguntar no Yahoo...

(Então ele cria uma página perguntando dados a respeito do Ursão do Capeta)

  • Cabeça de Papelão: Alguém sabe alguma coisa a respeito do Ursão do Capeta?
  • Usuário José quero leite: Está falando do Ursão do Capeta?
  • Cabeça de Papelão: Sim, porque?
  • Usuário José quero leite:Aquele de olhos vermelhos, é preto, do tamanho de uma casa de dois andares e é mais rápido do que o som e mais forte do que Saitama?
  • Cabeça de Papelão: Esse mesmo.
  • Usuário José quero leite: Ah, eu não sei nada
  • Cabeça de Papelão: Droga...
  • Usuário José quero leite: Porém, eu sei quem saiba.
  • Cabeça de Papelão: E quem seria?
  • Usuário José quero leite: Francisco Zacarias Serra de Leite Abreu Silva Costa III da Grã Bretanha, talvez ele vá te ajudar
  • Cabeça de Papelão: Como eu posso falar com esse carinha aê?
  • Usuário José quero leite:Você está falando com ele agora mesmo, mas só não queria me revelar, é que eu tenho dois seguidores no Instagram, e 0,5 no Facebook, é que ele perdeu as pernas quando andava de moto, é uma longa história... Meu jovem se quer encontra-lo terá de dar uma volta em algum lugar movimentado público, lugar típico de atentados desses vilões de filmes. Fica a dica...
  • Cabeça de Papelão: Muito obrigado meu caro, he-he...

Hora do fightEditar

  • Narrador: Desta vez os nossos personagens finalmente irão se encontrar para duelarem entre si um grandioso duelo de titãs, com os ataques mais formidáveis e esquivamentos mais bem pensados da história desse país. Ursão do Capeta está vindo pelo Sul e Cabeça de Papelão está vindo pelo Sul também, contudo o Ursão e sua trupe está vindo por um Sul nem tão Sul assim, mas o Cabeça de Papelão está vindo por um Sul completamente Sul. O importante é que eles são vão se encontrar cara a cara quando chegarem ao destino: o centro da cidade Batatalândia. Um dos mais movimentados do país. O que será que está por vir?
 
Ursão e sua trupe finalmente se encontram cara a cara com o Cabeça de Papelão.
  • Ursão do Capeta:Bem, chegamos meus amigos, aqui será o alvo de nosso ataque terrorista! MWAHAHAHAHAHA!
  • Tijolonaitor: Isso mesmo chefinho, hi hi hi hi hi.

Cidadão qualquer (outro): Espera aí, ataque terrorista? Foge galera!!!

  • Geral que estava presente: Aaaaaaaahh!! Aaaaaaaahh!! Aaaaaaaahh!!
  • Polícia: Parados, aqui é a polícia. Você estão presos em nome da Lei!
  • Mister Misto: É verdade, não fizemos nada até agora...
  • Tacakkara no Muro: Oi gente, trouxe comigo uma tonelada de bomba pra nós explodirmos metade do quarteirão como o senhor pediu.
  • Polícia: Caham...
  • Ursão do Capeta: Bem, nesse caso...

(Então Ursão do Capeta dá um tapa e mata num só soco o tira da pesada)

(Logo em seguida Ursão novamente dá apenas um tapa e não só mata um, mas todos os policiais)

  • Ursão do Capeta: Eu sou foda...
  • Tacakkara no Muro: Meu Deus do céu, Berg!
  • Cabeça de Papelão: Ora, ora, veja se não é o grande Ursão do Capeta, juntamente ao lado do seus fieis escudeiros.
  • Ursão do Capeta: Então você nos achou, não é mesmo...?
  • Cabeça de Papelão: Não pô, achei o George Michael dançando pagode com o Barack Obama.
  • Tijolonaitor: É sério, cadê?
  • Mister Misto: É ironia, seu doente.
  • Cabeça de Papelão: Na verdade não, olha eles ali atrás da barraca...
  • Barack Obama e Michael Phelps: "Relô evribori"
  • Ursão do Capeta: Na verdade você confundiu George Michael com Michael Phelps...
  • Cabeça de Papelão: Ata... sabia não.

Último fightEditar

  • Narrador: Ursão do Capeta e sua gangue finalmente se encontram com Cabeça de Papelão. Desta vez não tem para onde correr, já que os dois estão armados com seus poderes mais poderosos de todos os tempos, ou não... Não será uma batalha fácil, nem para um lado e nem para o outro. Agora, só nos resta saber quem irá sair daqui vivo: Ursão do Capeta, Cabeça de Papelão, ou nenhum deles...?
  • Ursão do Capeta: Escutou o que ele disse né, só um de nós irá escapar daqui vivo.
  • Cabeça de Papelão: Oi meu patrão, me vê duas águas por favor, tô com sede dos infernos... Ah, sim Ursão, o que tinha dito mesmo?
  • Ursão do Capeta: Aff, esquece vá, só fi que sabendo que só um de nós terá o prazer de sair daqui com vida, ou ao menos viver por mais uns dias.
  • Cabeça de Papelão: É, só que esta pessoa não será eu.
  • Ursão do Capeta: Vai achando pra ver o que acontece. Todos a postos?
  • Mister Misto: Mermão era a minha vez de jogar, você andou duas vezes no tabuleiro, isso não é justo
  • Tijolonaitor: Maluco, você caiu na cadeia, esqueceu...?
  • Mister Misto: Ah é verdade...
  • Ursão do Capeta: Que desgraça, porque ninguém me ouve?
  • Cabeça de Papelão: O que foi que você disse?
  • Ursão do Capeta: Ah, enfia um liquidificador no cu, desgraça!
  • Narrador: Neste exato momento Ursão do Capeta pula pra cima de Cabeça de Papelão, sendo que este desvia e contra ataca dando um chute de karatê nele, mas é ineficaz. Ursão corre na velocidade do som para cima de Papelão, porém ele teleporta para trás do urso, desferindo um golpe com uma força de mil atmosfera, o suficiente para causar muito estrago que eu não sei calcular agora já que sou de humanas. Então Mister Misto e Tijolonaitor tentam ir para cima de Papelão, um deles faz uma chuva de mais de oito mil tijolos que chega a cobrir o céu, e o outro solta uma tonelada de queijo derretido corrosivo capaz de matar qualquer um que ouse tocar-lo. Contudo Cabeça de Papelão teleporta novamente e evoca dois portais da Dimensão das Caixas, sugando os dois vilões, que nunca mais foram vistos, mas dizem que atualmente moram em um resort feito de... papelão. Nesse mesmo momento Tacakkara no Muro arrega e foge para bem longe.
  • Cabeça de Papelão: É tudo isso o que você tem?
  • Ursão do Capeta: Na verdade não, eu também tenho o Macacozilla.

(Então Ursão do Capeta assobia um assobio (óbvio) capaz de acordar essa fera indomável)

O último fight - parte 2Editar

 
Macacozilla papocando tudo o que vê pela frente.
  • Macacozilla: Tá na hora do show, porra! Quero dizer... u-uh a-ah!
  • Narrador: Este é o Macacozilla, uma fera do tamanho de um prédio de 24 andares, já que seriam dois prédios de 12 andares (tamanho comum) um em cima do outro, ou você pensava que esse 24 era outra coisa? Ele tem uma fome voraz, capaz de comer 32321435 bilhões de elefantes, e ainda assim continuar com fome. Essa é a última arma de Ursão do Capeta, será que ele conseguirá usa-la a seu favor?
  • Ursão do Capeta:MWAHAHAHAHAHA!! Contemple meu mais poderoso, mais forte, mais formidável, mais impressionante, mais...

(Nesse exato momento, o Macacozilla devora o Ursão do Capeta)

  • Cabeça de Papelão: Então será somente eu e você, meu caro.
  • Macacozilla: Pode vir pro fight, quero dizer u-uh a-ah!
  • Narrador: Desse modo Macozilla avança para cima de Cabeça de Papelão, que chamaremos agora pelo nome de Papelão, para ficar mais fácil de narrar, já que este nome é grande demais para ficar escrevendo a hora toda. Então Papelão desvia e na mesmo hora contra ataca com um trilhão de socos, o que não parece nem surtir efeito. Macacozilla sobe em cima de um prédio, e na mesma hora arranca o teto, é uma loja de colchões, e todos nós sabemos que o Papelão tem medo de colchões. Então o mesmo foge nas carreiras, porém não dá tempo e é acertado por um colchão de mola dupla, que está com a metade do preço, que desperdício...
  • Cabeça de Papelão: Ei, porque você não para de falar e vem me ajudar?
  • Macacozilla: U-uh a-ah! Ajuda eu aqui na verdade, doido...
  • Narrador: Não, porque eu sou apenas um narrador...
  • Cabeça de Papelão: Sabe de uma coisa, eu sei quem é nosso verdadeiro inimigo. É esse cara que quer ver o circo pegar fogo.
  • Macacozilla: Verdade, sabe de uma coisa...
  • Cabeça de Papelão: Sei bem o que você quer dizer, meu chapa...
  • Narrador: Calma ai minha gente, eu posso ajudar vocês. Pera, gente? Socorrooo!!!
Fim