Página principal alternativa

Seja bem-vindo à Desciclopédia, uma enciclopédia livre e gratuita, feita por idiotas como eu e você em quase 5.513,358 idiomas! Esta é a versão em língua portuguesa, falada no Alasca, no leste da Argélia, nas ilhas Tuvalu, em alguns países do Leste Europeu, e por diversas pessoas na Terra Média. 61 246 artigos do seu não-conteúdo podem ser modificados e distribuídos livremente, saiba como!

Incentivamos todos os retardados que queiram se tornar
contribuidores da Desciclopédia a se registrarem!

Enciclopédia

Artigo em destaque
Oswaldo Cruz transforma febre amarela em tinta de parede

A febre amarela é uma doença japonesa da Mongólia Chinesa este vírus provoca um amarelidão na pele nativa (o vírus da febre amarela quando não mata; o sujeito morre assim mesmo.). Existe no sistema de saúde hoje uma vacina muito forte para matar japoneses transmissores desta doença terrível.

Apesar de ser japonesa, a febre amarela surgiu na Mongólia, onde a população era imune aos sintomas (sim, porque eles já eram amarelos mesmo). A febre amarela surgiu da união da febre comum asiática com a mistura da febre espanhola com a febre Camargo. Surgia então a mais poderosa arma biológica febril. O exército de Genghis Khan levou a doença para a Zoropa, onde os então branquelos se transformaram em amarelões. Muitos morriam de infarto, devido ao susto em ver a pele toda amarela, mas outros levaram na esportiva e se mudaram para o Japão. Graças a esta migração, a febre amarela se naturalizou japonesa e se espalhou pelo mundo todo.

A febre amarela chegou ao Brasil em navios japoneiseiros cheios de chineses, mongolianos e vietinamitenses. O povo viajou dentro de porões enormes atracando em Salvador, na Bahia, no ano de 1939. Isto aconteceu no período da Segunda Guerra Mundial trazendo para o Brasil esta doença.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter


_Falando nisso, você sabia... ____________________________________
_Hoje é... ____________________________________________________
Uma aranha armadeira.


Tentativa frustrada de um pobre querer posar de rico


Temas

Filosofia e Matemática

Ciências Naturais: Astronomia - Astrofísica - Biologia - Ciências da Terra - Física - Geografia - Filosofia e Matemática

Ciências Aplicadas: Exploração espacial - Ciência da computação - Ciências da informação - Comércio - Consumo - Direito - Educação - Indústria - Medicina - Tecnologia

Ciências Sociais: Alquimia - Antropologia - Arqueologia - Comunicação - Economia - Genealogia - História - Linguística - Política - Psicologia - Sociologia

Artes: Cinema - Circo - Culinária - Literatura - Música

Cultura: Artesanato - Biografias - Cibercultura - Cinema - Esportes - Entretenimento - Folclore - Gastronomia - Passatempos - Jogos - Misticismo - Mitologia - Ocultismo - Religião - Turismo

61 246 artigos
0:00 em algum ponto do mundo



Coisas a fazer

---

Links para a Wikipédia!


Visite também
nossa sátira autorizada:


Desciclopédia em outras línguas

Desciclopédias em línguas que você entende razoavelmente:

English (Inglês) – Español (Espanhol)  – Portuñol (Portunhol)  – Portuguêsio (Português) – Lulanês (Brasileiro)

Desciclopédias em línguas que você é idiota demais para compreender:

Français – Polski – Italiano – Português  – עברית – Magyar – Dansk – 日本 – Nederlands – Svenska – Deutsch – العربية – Català – Dansk – Ελληνικά – עברית – Русский – Latina